sábado, 21 de maio de 2016

14 year olds are hotter than me

 No outro dia estava sentada no átrio da minha escola à espera que os meus caros amigos decidissem chegar e dei por mim a observar quem passava. Como estou no 12º, à parte dos funcionários e dos professores, somos os mais velhos da escola. Isto dá me uma certa confiança e, em boa verdade, uma sensação de liberdade e de não me importar com nada nem com ninguém. Só de pensar que há uns anos  vivia "limitada" pelos alunos mais velhos da escola, agora passo nos corredores como se já nem àquele sítio pertencesse (que, em parte, já começa a ser verdade...).
Eu sei que não sou a única a achar isto (até porque já tive esta discussão com amigos meus) mas as raparigas de 7/8/9 ano estão muito mais desenvolvidas agora do que no meu tempo. 
Eu lembro me de ter 14 anos e ainda usar calças largas com purpurinas e camisolas com desenhos infantis. Lembro me de estar a descobrir o meu corpo e ter vergonha das minhas mudanças. Lembro me do quão dicil foi aceitar que precisava de usar sutien porque, na minha cabeça, ainda era uma criança que só queria brincar. Agora olho para estas raparigas de 3º ciclo e elas parecem-me mini adultas. Roupas muito mais provocadoras, rendas, decotes, cabelos arranjados, eyeliner on fleeck, batons de cores fortes, unhas feitas.Honestamente, algumas delas têm um estilo que eu admiro e as skills de maquilhagem delas ultrapassam as minhas assim como quem estala os dedos. 
Mas não é só na parte exterior que noto as diferenças. Aliás, apesar de não concordar lá muito que uma criança de 14 anos use maquilhagem diariamente (vai prejudicar a pele que ainda é DEMASIADO jovem) até fico impressionada pela noção de estilo delas. 
No entanto, é a parte comportamental que mais me choca. Até ao 9º ano eu fui uma criança e nao tenho vergonha nenhuma em admiti-lo. Brinquei o que tinha a brincar, aprendi o que tinha a aprender para chegar ao secundário e ser a melhor versão de mim. Tenho noção de que aqueles 3 anos de "amadurecimento" foram cruciais para que eu aceitasse o meu corpo e a minha personalidade. 
Agora ver pessoas de 8º e 9º ano a sairem à noite, a beberem até caírem, a pintarem o cabelo de prateado e a serem mais sexualmente experientes do que eu choca me um bocadinho.
Olho para eles e penso "Porque que é que tens pressa de crescer? O que é que vais fazer quando fores mais velho se estiveres a experimentar tudo agora?". 
Por mais cliché que isto possa parecer, acho que tudo tem o seu timming, por isso vamos tentar nao apressar as coisas.

Eu sei que este tópico pode ser um pouco polémico mas adorava saber a vossa opinião sobre o assunto.
© Uma colher de arroz
Maira Gall