quinta-feira, 29 de março de 2018

O VERDADEIRO SEGREDO PARA SER BEM SUCEDIDO NA FACULDADE

Acho que o último semestre foi a altura que atingi o nível mais baixo do meu percurso académico. Não é que tenha corrido pavorosamente mal (calma mãe, fiz tudo) mas senti que fiquei muito aquém das minhas capacidades e para uma pessoa que tenta sempre fazer o seu melhor isso não me contentou. O pior foi que eu dei tudo: a época de exames foi deplurável, não conseguia dar mais de mim e mesmo assim não conseguia obter os resultados que desejava. Porquê?? Se antes de ir para a universidade sempre consegui chegar aos objetivos que me propunha, agora estava ali, cheia de sentimento de falhanço e de "já não sou capaz" misturado com um bocadinho de "se calhar já não tenho capacidade para fazer mais". 

Isto revoltou me, tinha de mudar alguma coisa. Não sou pessoa de baixar os braços.
Este semestre tentei então fazer aquilo que sempre ouvi dizer mas que nunca fiz porque, até então não tinha sido necessário: estar efetivamente atenta nas aulas e tentar ao máximo manter a matéria em dia. 


E não é que está a resultar?! Às vezes as coisas são cliché por alguma razão. A verdade é que sentar-me nas filas da frente, trazer sempre os slides e ir apontando o que os profs dizem nas aulas, chegar a casa e reler o que demos, fazer apontamentos e tentar perceber EM AULA o que estamos a fazer facilita imenso as coisas!!

É literlamente tão simples quanto isso: evito que uma semana antes do exame abra o livro e esteja a olhar para a matéria pela primeira vez. Já que vocês têm de estar nas aulas e têm (assumindo que não faltam porque são bons meninos) mas vale aproveitar right? Têm de assumir uma postura super ativa e não uma postura passiva como eu fazia tanto.


Talvez isto seja obvio para vocês mas para mim, por incrivel que pareça, não o era e mudou tanta coisa!! Às vezes basta ouvir alguém falar sobre o assunto para nos por a pensar. Como a época das primeiras frequências e entregas está mesmo aí à porta senti que eraa altura ideal para partilhar convosco esta minha mini descoberta existêncial.


Estou curiosa, quais são as vossas top tips para terem o melhor desempenho na faculdade?
Alguma vez tinham pensado nisso desta forma?


Follow me on Instagram and Facebook

sábado, 17 de março de 2018

VINTAGE IS THE NEW BLACK #1 | 8 RAZÕES PARA COMPRAR PEÇAS EM 2º MÃO


Uma das minhas resoluções para o blog este ano era começar novas rúbricas com temas que eu acho que ainda não têm atenção suficiente aqui na blogosfera.
É com muito orgulho que vos apresento a primeira: "VINTAGE IS THE NEW BLACK". O título é bastante self explanatory mas o "conceito" de lojas em segunda mão explodiu nos últimos anos! Se antigamente era visto com "desdém" comprar em segunda mão, hoje em dia é tendência... e eu não podia estar mais feliz.

A moda dos anos 70 e 80 sempre me fascinou: ver os albuns da minha mãe e fazer-me desejar que ela tivesse guardado todas aquelas camisas estampadas e calças de cintura subida. As lojas vintage surgem assim como a oportunidade perfeita para satisfazer esses desejos.
Infelizmente ainda só visitei uma, mas pretendo mudar isso muito em breve.

Para um primeiro post sobre o tema achei que vos devia convencer: Porque é que devo comprar peças em segunda mão, perguntam vocês? Ora tomem lá 8 razões.

A qualidade
Até a 1960 (mais coisa, menos coisa) as roupas eram desenhadas para durar: qualidade a cima de quantidade. Hoje em dia acontece exatamente o contrário por isso têm nas peças vintage uma oportunidade de terem uma qualidade excelente a um preço muito convidativo.



Preços reduzidos
Além de a maior parte das peças "banais" ter preços muito mais aliciadores a verdade é que conseguem encontrar peças de designers com valores muito inferiores aos orginais. Além disso, muitos deles são modelos clássicos, por isso nunca saem de moda.


Eco-friendly
Além de ajudarem a vossa carteira estão a ajudar o ambiente. Não suportam a fast fashion (e todos os problemas que a ela estão relacionados) e contribuem para a diminução da água gasta no setor textil. Mais vantagens?



Peças únicas
Com peças vintage a probabilidade de estarem no segmento "Who wore it better?" fica muito reduzida. Se quiserem peças que mais ninguém tem, vintage is the way to go!


The pieces have a soul
Não sei bem explicar isto mas quando visto uma peça vintage sinto me diferente. É mesmo como se um bocadinho do passado viajasse até mim. É uma sensação fantástica. 



Vintage Seller
Apesar de ainda não ter conhecido muito, os vendedores e donos de lojas vintage são, quase sempre, pessoas super interessantes e cheias de histórias e vivências. Se calharem de ser extrovertidos ainda vos podem contar uma dúzia de aventuras pelas quais passaram e que fazem as delicias que qualquer mente curiosa.



As histórias que viajam com a roupa
É  incrivel pensar em qual foi a história daquela peça até chegar as vossas mãos. Quem é que a tinha, em que situações foi usada, de onde veio.... São perguntas facilmente respondidas pelas mentes mais férteis e imaginativas. 


A experiência 
Ir a uma loja vintage, por si só, já é uma experiência incrível. Tudo está pensado e tudo tem um propósito, as coisas estão carregadas de personalidade. de simpatia e de familiaridade. Além disso é um break fanstástico do desgaste do dia a dia. 


E estas são, para mim, as 8 principais razões pelas quais deviamos comprar mais peças vintage. Se isto não vos convenceu, não sei o que irá fazê-lo (ahaha).
Não percam os próximos posts desta rúbrica, algo me diz que vão gostar ;)

Já alguma vez foram a uma loja vintage? Adorava conhecer as vossas experiências. Partilhem tudo nos comentários <3 e digam-me o que acharam desta nova rúbrica

Follow me on Instagram and Facebook

domingo, 11 de março de 2018

OBJETIVOS PARA O MÊS DE MARÇO


Março é dos meus meses favoritos! O bom tempo começa a chegar (ou assim eu espero), há imensos aniversários e a minha motivação começa a ser outra.
Este mês decidi que era giro estabelecer alguns mini objetivos para mim própria. Este vai ser sem dúvida o mês que preciso, OBRIGATÓRIAMENTE  to get my shit together!

Ir ao ginásio 3 vezes por semana
Até agora só consegui ir duas vezes por semana mas sinto que três é o número ideal por isso vou me esforçar extra hard este mês para o conseguir.

Organizar o meu estudo
Preciso urgentemente de fazer um horário de estudo!! Os testes estão se a aproximar e ainda ando muito perdida em literalmente todas as cadeiras. Além do horário tenho, como é obvio, de começar efectivamente a estudar.

Acabar de decorar o meu quarto
Sinto que é impossível concluir esta tarefa este mês mas queria pelo menos decorar uma das paredes do meu quarto que se encontra demasiado despida neste momento

Encontrar healthy snacks
Acho que até tenho uma alimentação minimamente saudável mas os mini lanches estragam tudo. É pão, é cereais, é bolachas de chocolate, é um desastre. Preciso mesmo de encontrar alternativas mais saudáveis (se tiverem alguma sugestão eram as melhores se pudessem dizer nos comentários)


E são estes os meus major goals para este mês! Quais são os vossos?
Por alguma razão, saber os objetivos das outras pessoas deixa me ainda mais motivada para atingir os meus :)


Follow me on Instagram and Facebook

quinta-feira, 8 de março de 2018

Rosegal & Banggood | Preparing for Spring


É tão bom quando chegam encomendas no correio <3
Apesar de ter literalmente nevado a semana passada na minha cidade natal já estou com saudades da roupa mais fresquinha por isso achei que era uma boa altura para encomendar alguns items mais primaveris.
Hoje tenho produtos de duas lojas para vos mostrar: Rosegal e Banggood.

It feels so good when goodies arrive via mail. <3
Despite the snow that hit my hometown last week, I already miss the summer clothes and the bikinis so I thought it was about time for me to order some cute spring clothes.
Today I have two stores to show you: Rosegal and Banggood


Rosegal
My dear Rosegal! Já trabalhei com eles várias vezes e têm sempre corrido tudo às mil maravilhas.
Em primeiro lugar encomendei este casaco e estou só apaixonada por ele!!

My dear Rosegal!! I've worked with them multiple times and it always goes smooth. 
The first item I ordered was this black corduroy jacket and I'm absolutely in love with it. 



Adoro a cor (um preto a fugir para o cinzento escuro), o tecido (estilo bombazine mas leve) e as riscas de lado, oh my!! Encomendei um L para que me ficasse ainda mais largo, apesar de o modelo já ser baggy, e adorei o resultado final.

Loved the color, the fabric and the white stripes in the sleeves are the cherry on top of the cake. I chose an L so it would look even baggier than it already is and I loved the final result. 



 A única coisa que tenho a apontar é que me fica um pouco curto nas mangas (como basicamente todas as partes de cima de lojas asiáticas) e por isso tenho de usá-las arregaçadas para disfarçar.

The only thing that disappointed me was the sleeves: they are too short for my arms (why is this always happening to me?!?!) so I have to cuff them to be able to wear it. 


Overall adorei esta peça, é provavelmente o meu artigo favorito que já encomendei. Além disso, usei-o num jantar de curso e recebi imensos elogios.

Overall I loved this item and received multiple compliments when I wore it the other day. 



Quando vi este body no site deles fiquei super entusiasmada porque já queria um deste estilo à imenso tempo, acho que ficam mesmo elegantes. Infelizmente ficou um bocadinho abaixo das expetativas. 


O tecido é super fino e parece que se vai romper a qualquer momento e as alças são muito frágeis o que faz com que o body desça imenso. Não é muito prático e acho que nunca vou poder usá-lo em público. Por esta razão não recomendo esta peça mas sem dúvida que é muito gira e talvez para pessoas com o torso mais pequeno assente na perfeição.


When I saw this body on their website I was thrilled because I wanted one similar for a long time. Unfortunately, the fabric is too thin and it looks like it's going to break at any minute. The straps don't give me enough support and that makes the body slide down really quick, making it uncomfortable and risky to use. Despite being a really cute piece I don't recommend it.





Banggood
Foi a minha primeira vez a encomendar deste site e fiquei parva com a quantidade de produtos que eles ofereciam. Desde roupa, até aparelhos tecnológicos, passando pela decoração e artigos de escritório. Tudo o que vocês se possam lembrar, está lá!!

It was my first time ordering from this website and I was amazed by the number of products they offered. From clothes to techno gadgets and even home decor, everything you can think of is there. 


Decidi sair da minha zona de "beauty guru" e encomendei uns headphones e tinta corporal branca.

I decided to step out of the "beauty guru" zone and order a pair of headphones and some white body paint.









Os headphones são demasiado grandes para mim mas isto foi completamente culpa minha porque não dei conta que eram próprios para gaming. Deixando este facto de parte, acho que têm um som excelente para o preço que são. 



The headphones are way too big for me! But this is totally my fault because I didn't notice it was meant for gaming (shame on me). Never the less, the sound is good for the price you pay. 


A tinta desapontou-me um bocadinho porque estava a pensar que seria mais pareido com henna. Sai bastante facilmente mas vai ser perfeita para desenhar na cara e nos ombros na época de festivais.

As for the bodypaint, I was a little bit disappointed because I thought it was more like henna. Turns out its just plain white paint and it comes out fairly quickly. But I think it will be perfect to draw on your face and shoulders for the festival season.




My banggood wishlist here

Women's Day 15% coupon code: womenday15

quinta-feira, 1 de março de 2018

STRUGGLES QUE QUEM FOI AO GINÁSIO PELA PRIMEIRA VEZ....EVER


Se leram o meu post de resoluções de ano novo sabem que uma delas era entrar para o ginásio. Por muito cliché que possa parecer a verdade é que sempre fui uma pessoa muito ativa e ver-me à três meses sem me mexer me deixou mesmo motivada para entrar.
Nunca, e eu repito, nunca pus um pé num ginásio nos meus 19 anos de existência. Sempre tive a ideia de que era aborrecido e "não era para mim". Mas este ano, sem grandes alternativas em vista, decidi entrar. O facto de ter uma amiga na mesma situação que eu, no mesmo nível de empenho e de motivação, também facilitou muito o processo. Mas a minha "Gym Journey" fica para outro post. Hoje o tema é outro: como esta foi a primeira vez que entrei num ginásio tive imensos pensamentos a passarem pela minha cabeça, alguns deles bastante disparatados e achei que era engraçado partilhá-los com vocês (preciso que alguém me diga que não sou a única a pensar assim ehehe)


Pensamentos que tive durante a primeira semana se ginásio:
 - O que raio é que é suposto comer antes e depois de um treino?
- Não tenho literalmente nenhum outfit giro para ir ao ginásio
- Porque que é que me esqueci da garrafa de água..... outra vez (regret máximo)
- *olho para as máquinas intimidada* - *corro na direção oposta*
- Fuck, esqueci me de tirar a senha
- Era preciso trazer toalha? (pânico interior)
- Como assim ela disse 20 repetições?!?!
- *Morta à quinta repetição mas continuo porque sinto a pressão do resto da sala*
- Acabar o treino toda despenteada e vermelha como um tomate
- Encontrar pessoas conhecidas no estado acima descrito e agir da forma mais akward possível
- "Esqueci-me das sapatilhas....arggg"
- "Como é que há pessoas que ficam tão bem suadas?"
- "Porque que é que anda tanta gente conhecia aqui?"
- "Portanto é quinta feira e tenho até sexta feira para cumprir as três idas semanais ao gym, boa Ivânia, estás num ótimo caminho!"
- *Olhar para o planeamento da semana e não perceber onde vou encaixar os treinos*
- Sentir aquele olhar de "fogo és mesmo básica" quando digo que vou ao ginásio fazer pilates e localizada
- "Vá ivânia não vais desistir agora!!" - 5 seconds later - *desisti*


Por favor, contem-me as vossas experiências no ginásio e digam me que não sou a única a ter estes fails de pensamentos!

Mas brincadeiras à parte, sinto me mesmo bem por ter entrado e estou entusiasmada para os próximos meses. Se ainda estão à procura de motivação para se inscreverem espero que este post vos tenha dad um empurrãozinho ;)

sábado, 24 de fevereiro de 2018

#CasaDoCais | NÃO VAIS QUERER PERDER


Tenho a certeza que toda a gente que tem twitter já ouviu falar desta série mas para aqueles de vocês que, por alguma razão desconhecida, andam desatentos, hoje venho falar-vos da nova série da RTP "A Casa do Cais".

Foi um projeto abraçado pela RTP Lab, dando a oportunidade a youtubers e a jovens "comuns" de produzirem e protagonizarem o seu próprio projeto. Os nomes do elenco devem ser familiares para a maior parte de vocês: Ema aka Peperan aka Ana Correia, Jay aka Francisco Soares aka Kiko is Hot , Lara aka DJUBSU e Alex aka André Mariño (este era o único que ainda não conhecia). A meio da série entra uma nova personagem que faz com que um número ainda maior de pessoas se relacionem com a série, a Beatriz aka Helena Amaral. 

A série é descrita da seguinte forma pela produção: "Esta série é para quem acorda às 3 da tarde numa quarta-feira e designa o pacote de batatas fritas aberto, na mesa de cabeceira, como pequeno almoço. Para quem já comeu metade de Lisboa e quer expandir a sua “mercadoria” internacionalmente. Para quem está às 7h15 na cave do Lux, a gastar os sapatos, ao lado do João Botelho, enquanto se pergunta a que horas o supermercado abre, porque entra às 8h30 e precisa de comprar 2 latas de red bull. Para quem diz que hoje se vai deitar cedo para ir ao ginásio de manhã e está a ver a quarta temporada de Game of Thrones às 4 da manhã. Enfim, é uma série para quem é jovem, parvo e feliz na sua incoerência." 



Confesso que quando ouvi falar desta série pela primeira vez e soube que estava a ser produzida em nome da RTP não fiquei com grandes expetativas porque sendo a RTP um canal de televisão tão "clássico" não iria certamente tratar os temas de maneira tão crua e real como eles exigiam. Mas como estava enganada. A série é realista, crua e nua de qualquer preconceito  (literalmente). Os temas de sexo, drogas, álcool, festas, iniciar a vida adulta e falhar constantemente nas escolhas que fazemos estão muito presentes durante toda a série. Além disso, a maior parte das personagens são LGBT, o que é algo que eu diria ser inédito em televisão portuguesa, pelo menos desta forma. 



Quando chego a casa às 7 horas de uma segunda feira e vejo a notificação que saiu um novo episódio fico logo super entusiasmada. Não me identifico de todo com o estilo de vida que a Emma, o Jay, a Lara e o Alex levam (nomes das personagens principais) mas isso não me impede de desfrutar de todos os minutos do episódio. Apesar de não me identificar pessoalmente, é um retrato muito real da vida dos jovens de hoje e acho que é disso que tanto gosto.

Pelos comentários dos episódios, apercebemos nos que há muita gente que não gostou, de todo, que  RTP "apoiasse" este tipo de conteúdo. Mas eu acho super importante que estes assuntos sejam abordados pois tal como o Kiko disse numa entrevista à ELLE, enquanto cresci nunca tive contacto com nenhuma realidade à exceção da heterossexual e todos sabemos que isso está longe de ser realista. 
Um grande plus é o fator comédia da série, que está sempre presente e executado de uma maneira eximia. 

São 10 episodios sendo que já saíram 6 deles. Têm aproximadamente 15 minutos cada um (por mim podiam ser de meia hora, que não me importava nada) e estão disponíveis no youtube.

Só me resta dar os parabéns a todos que participaram neste projeto, principalmente à Peperan e ao André Mariño que escreveram as bases do guião, pela ideia fantástica e tão bem executada que tiveram. Pensar que toda a gente envolvida são jovens como nós, que têm uma plataforma na internet e que estão a conseguir chegar tão longe apenas me dá motivação para continuar a crescer para melhorar a minha plataforma. Serve para nos mostrar que, em pleno ano de 2018, o impacto que tens na internet pode de facto passar para o "mundo real".



Eu vou continuar a assistir aos restantes 4 episódios, esperando ansiosamente pela próxima segunda feira, e desejando em silêncio que façam uma nova temporada. Quanto a vocês espero que vos tenha motivado minimamente para irem dar uma espreitadela, não se vão arrepender.


quinta-feira, 8 de fevereiro de 2018

LATE 2018 RESOLUTIONS


Como gosto de dizer, nunca é tarde para nos sentarmos e reavaliarmos a nossa vida. Infelizmente, Janeiro foi um mês pesado e agressivo para mim, pelo que só agora tive tempo para refletir, sentar me e escrever os meus objetivos para 2018.
As coisas vieram me à cabeça facilmente, fluiram rápidas e com uma certeza quase inabalável. Alguns destes desejos são pequeninospequeninos e outros são grandes, exigem esforço, dedicação e sobretudo coragem para sair da minha zona de conforto e ir atrás deles.


- Deixar de dizer "tipo"
É um hábito horrível que tenho e está na altura de me ver livre dele!

- Ler pelo menos 3 livros este ano
Para a maioria de vocês este deve ser um número absurdo: só três Ivânia?
A triste realidade é que o ano passado não li um único livro até ao fim e isso deixa me mesmo zangada comigo própria. Por isso decidi establecer um objetivo atingivel: 3 parece-me um bom número (aceitam-se sugestões de livros que vocês achem que me iam prender do incio ao fim, que é mesmo isso que estou a precisar ehehe)

- Ver mais filmes
Semelhante à razão dos livros, sinto que não vejo filmes suficientes. E há tantos filmes otimos e com um argumento fantástico à minha espera. O meu objetivo deste ano é ver, pelo menos, todos os filmes nomeados para os Óscares.

- Conhecer lojas vintage
Tenho imensa curiosidade em saber o que é entrar numa loja vintage e vasculhar pelos cabides cheios de peças que já vão na sua segunda, terceira, quem sabe quarta vida. Ainda por cima o Porto está repleto de lojas assim, é só mesmo uma questão de encontrar um tempinho para ir lá.

- Dedicar-me à faculdade desde a primeira semana
Vá, primeira talvez não, mas segunda semana for sure!! O último semestre, como disse no inicio, não correu de todo como tinha planeado por isso quero fazer de tudo para que isso não aconteça neste.

- Poupar mais
Quando fiz 18 anos tive acesso à minha conta poupança e fiquei chocada: nos meus 18 anos de existência tinha poupado muitissimo pouco dinheiro. Acho que poupar é uma otima prática porque além de nos estarmos a preparar para algum imprevisto também nos ajuda a evitar gastar dinheiro em coisas desnecessárias.

- Dar-me mais a conhecer
Sou uma pessoa super reservada e apesar de me dar muito bem com quase toda a gente sinto que 99% das pessoas não me conhecem verdadeiramente , e não tenho problemas nenhuns a admitir que é por culpa minha.



-Viajar mais
Esta deve ser das resoluções mais cliché mas é verdade!! Sinto que estou a perder imenso por não estar a viajar mais e parece uma coisa tão fácil e ao mesmo tempo tão dificil de fazer acontecer. O destino no topo da minha lista é a Escócia por poder ir visitar o meu primo.

- Interrail
ainda no tópico de viajar mas numa escala completamente diferente. Fazer um interrail tem estado no topo da minha bucketlist há anos e 2018 parece o momento certo para o fazer. É um plano que exige imensa preparação mas caso chegue a acontecer eu conto-vos tudo.

- Ser mais ativa
Outro cliché, mas que é tão preciso. Tenho mesmo de voltar a introduzir exercício físico na minha rotina asap, e até estou contente com a minha motivação. Arranjei uma amiga que está no mesmo mind set que eu e já andamos a espreitar alguns ginásios.


Quais são os vossos goals para este ano? Estão a conseguir cumprir algum?
© Uma colher de arroz
Maira Gall