quinta-feira, 7 de abril de 2016

17 coisas que aprendi com 17 anos


Finalmente fiz os tão temidos 18 anos. Ao contrário da maioria das pessoas, estava bastante cética em relação a tornar me maior de idade. Toda a gente fala sobre a "liberdade" que se tem quando te tornas responsável por ti próprio mas, na minha opinião, trata-se de uma falsa liberdade. Temos muitas mais responsabilidades, mais trabalho e já não podemos usar certas desculpas para nos livrarmos dos problemas que ainda colavam quando éramos "crianças". Claro que há imensas coisas boas em fazer 18 anos (votar por exemplo: finalmente temos poder para sermos ouvidos) e estes receios são um pouco conformistas e egoístas da minha parte mas, em boa verdade, não me importava nada de ter 17 por mais uns mesinhos. 
Mas o dia chegou e não podia ter sido melhor. Os meus amigos fizeram me as melhores surpresas de sempre, recebi mensagens que me deixaram babada e os meus pais estiveram mais do que à altura com todos os miminhos que me deram. Respondendo à pergunta que toda a gente me fez: "Não, não me sinto nada diferente. Estou exatamente igual só com o peso na consciência que já sou inteiramente responsável pelos meus atos."
Apesar de os ter evitado a todo custo, estou muito curiosa para saber o que é que os dezoito anos me trarão pois tenho a certeza que este ano vai ser uma montanha russa emocional.
Entretanto relembro com saudade e carinho os meus 17 anos, em que fui tão feliz e em que aproveitei a 101% o meu ultimo ano de "infantilidades".

17 coisas que aprendi com 17 anos
1- Nunca coloques a tua felicidade nas mãos de outra pessoa. Não dês o controlo do teu sorriso a ninguém exceto a ti própria.

2- Quando fores para um festival não te esqueças de levar muita água, protetor e por favor, descansa as pernas sempre que puderes.

3- São os momentos em que sais da tua zona de conforto que te vão marcar e que fazem as melhores memórias.

4- Consegues fazer tudo. Se te focares e te esforçares ao máximo, tudo é possível (incluindo tirar 20 no exame nacional de Físico Química).

5- Ter amigos é otimo mas nunca te esqueças da família. Eles estiveram sempre lá para te apoiar, é a tua vez de estares lá para eles.

6- Por muito mal que estejas há sempre alguém próximo de ti duas vezes pior. Está atenta a quem precisa de ti.

7- Valoriza os teus amigos, nunca é demais mostrares a tua preocupação.

8- Não desistas. Não consegues servir por cima? Só páras quando conseguires.Tens medo de falar com pessoas novas? Fala com uma pessoa estranha todos os dias até perderes esse receio.

9- Fazer parte de uma associação de estudantes dá mesmo muito trabalho mas é uma das experiências mais completas e divertidas de todo o secundário.

10- É nos momentos de aflição, confusão ou necessidade que se vê o verdadeiro carácter das pessoas. Felizmente já estiveste em situações suficientes para saberes que os teus amigos são pessoas que valem verdadeiramente  a pena.

11- Tudo funciona melhor se falares sobre isso. Não escondas nada da tua melhor amiga, por muito má que penses que a reação dela vai ser. Regra número um da amizade: não esconder segredos.
 
12- Consegues amar e ser amada sem sentir repudio só de pensar na cena.  Transformas-te numa pessoa melhor quando aceitas o amor que te dão.

13- Por teres alguém não significa que deixes de ser independente, muito pelo contrário. Mostra a tua maturidade por conseguires lidar com não uma, mas duas vidas, com tudo de bom e de mau que elas transportam.

14- É tudo uma questão de prioridades. Nunca uses a desculpa "não tive tempo!". Com organização e esforço consegues fazer tudo que quiseres fazer e não há lamúrias!

15- Afinal café é bom. Quem diria que ia começar a beber cafeína, talvez pela necessidade, talvez pela peer presure, o facto é que café nem é assim tão mau.

16- Vais te arrepender sempre das coisas que não fizeste!

17- Numa situação nova é normal estar nervosa e nunca te vais sentir 100% preparada. Respira fundo e lembra te que já fizeste coisas muito mais difíceis.


Overall, estou super feliz por ter feito anos e, esquecendo o número, foi um dos melhores dias da minha vida. Obrigada a todos que contribuíram, de uma forma ou de outra, para o tornar um bocadinho mais especial.

© Uma colher de arroz
Maira Gall