terça-feira, 8 de março de 2016

nós, mulheres

Este post é para nós mulheres. Dizem que todos os dias são dias da mulher (o que é verdade) mas eu gosto de pensar que o 8 de março nos foi dado com um propósito: para que tenhamos uma oportunidade de refletir sobre a nossa condição enquanto cidadãs deste mundo.
Felizmente, posso dizer que adoro ser mulher! Adoro o meu período, as minhas curvas, a minha celulite, as minhas pontas espigadas, as minhas alterações de humor. Adoro comprar roupa interior mias cara do que deveria ser porque me faz sentir bem, adoro ter 1001 produtos para usar durante o banho, adoro "perder" tempo a arranjar-me, adoro jogar volley e ficar suada, adoro conseguir resolver um problema sozinha, adoro ser julgada pelo meu caracter e não pelo tamanho das minhas roupas.
Acima de tudo adoro poder dizer que não gosto de usar saltos, nem de conversar durante horas a fio nem tenho um desejo e a ambição de ser mãe. And that's okay. Ser mulher é ser-se independente e forte e essas qualidades vêm em todas as formas e feitios.
Ser mulher é acreditar em nós próprias e nos outros, é não deitar outra rapariga a baixo só para nos sentirmos melhor connosco próprias, é valorizar o nosso género e quebrar os muros que ainda hoje (por incrível que pareça)  se erguem à nossa frente. Ser mulher é ser-se humano. 


© Uma colher de arroz
Maira Gall