terça-feira, 15 de dezembro de 2015

Do I look like a slut?

Com a chegada das férias vêm as festas de natal, a passagem de ano, os jantares e toda a gente sabe o que isso significa: todas queremos estar on top of our game e dedicarmos um pouco mais de tempo para nos arranjarmos. Penteamos o cabelo, fazemos uma maquilhagem especial e quem sabe, se estivermos no mood, até podemos cometer a loucura de pintar as unhas com um tema festivo. O meu problema é o que vem a seguir. Todas temos aquele ritual de nos olharmos ao espelho para ter a certeza que está tudo on point e estamos prontas para sair de casa. Mas há sempre uma preocupação, no fundo da nossa consciência, que nos faz perguntar: "Isto faz me parecer muito oferecida?". Vá lá, acho que conseguimos todas admitir que já pensamos nisto pelo menos uma vez...
Agora que reflicto sobre o assunto nisso, acho que é a coisa mais estúpida de se pensar. Desde quando é que as mulheres se definem pela roupa que vestem? Se uma mulher quiser usar um vestido curto ou um decote generoso vai ser menos inteligente ou integra por isso? Se nesse dia estiver a sentir se bem e quiser arranjar se e sobressair as melhores qualidades nela tem menos amor proprio? Só porque usa maquilhagem significa que não tem auto estima? Não, não e não. E odeio-me por já ter tido estes pensamentos.
Temos de parar com as conceções de que mulheres que se vestem de maneira mais provocadora ou sensual são "sluts" e parar de julgá-las. Parar de nos julgar mos a nós próprias. É só roupa e não reflete a personalidade ou as intenções de ninguém. Sempre disse que devemos usar roupa que nos faça sentir confortáveis e confiantes e nunca deixar de usar algo só porque "não é socialmente aceitável" ou vai ser mal visto pelas "pessoas".
Além disso, what is even a slut? Acho que é um termo que as pessoas banalizaram e que usam com demasiada frequência para situações ridículas.
Vamos fazer o mundo um lugar melhor e tentar apagar estes pensamentos pre concebidos e preconceitosos das nossas cabeças. Obrigada.


Qual é a vossa opinião sobre o assunto? Adorava saber :)

© Uma colher de arroz
Maira Gall