quinta-feira, 10 de setembro de 2015

TORNEIO DE VOLEIBOL AKA FIM DO VERÃO

Estou bastante melancólica desde o último fim de semana...Dia 4, 5 e 6 decorreu, na minha cidade, o torneio de volley de pavilhão e, apesar de todos os anos ir ver os jogos, nunca tinha estado diretamente envolvida. Desta vez não só joguei por uma equipa como também estive a trabalhar como voluntária, por isso, escusado será dizer que, durante 3 dias, respirei voleibol. 
A minha equipa foi logo eliminada na fase de grupos, por isso só fizemos 3 jogos: ganhamos um e perdemos dois mas, para o meu consolo, as duas equipas que nos levaram a melhor estiverem nas meias finais por isso perdemos com "justa causa" eheh. Apesar de não ter jogado quase nada (era a mais nova, a menos experiente e talvez a mais insegura), este torneio deu me mais à vontade com o desporto e sei que vou estar mais confiante quando tiver os jogos com a minha equipa da escola. Por outro lado, com os treinos e toda a preparação por detrás do torneio, conheci pessoas excelentes que jogam mesmo bem. 90% delas eram mais velhas por isso estou ligeiramente deprimida porque daqui a uma semana vão todos para a universidade e vou deixar de ter contacto com elas. Com a equipa em si, tive oportunidade de conhecer pessoas novas e reconectar me com alguns já meus conhecidos.
Sempre que tinha tempo livre e não estava a ajudar, vestia a t shirt da organização e punha mãos à obra. Os voluntários podiam exercer várias tarefas: juízes de linha, preencher boletins de jogo, ficar com o marcador e com a ficha de movimentações de campo, fotógrafo, ajudar na organização e apanha bolas (quando necessário). Eu fiquei sempre com o marcador e a apontar todos os pontos que os jogadores faziam. Era uma tarefa que exigia bastante concentração e a maior parte das vezes saia de lá com dores de cabeça mas valia a pena porque a) estavas sentada e b) podias apreciar o jogo nas calmas enquanto trabalhavas. 
Este ano participaram várias equipas e acho que a qualidade subiu bastante. O torneio foi ganho por uma equipa masculina de cadetes de Viana (15 e 16 anos) que animavam o pavilhão todo e fizeram a festa nos 3 dias. Além de poder assistir ao meu deposto favorito também convém acrescentar que havia jogadores que, bem, estavam mesmo no ponto ahah e valia mesmo a pena ver.
Depois de 3 dias inteirinhos passados no pavilhão, sempre rodeada de amigos, desporto, jantaradas e pessoas simpática fiquei com uma nostalgia, com a noção que a escola está mesmo a começar e com uma constipação que há 3 dias que me anda a dar cabo do juízo. Agora é só mesmo esperar para o ano que, com certeza vai ser ainda melhor.







© Uma colher de arroz
Maira Gall