domingo, 7 de junho de 2015

O que acontece no Gerês, fica no Gerês

Há uns posts atrás falei-vos de um acampamento que ia ter este fim de semana no Gerês. Acho que é seguro dizer que superou as expetativas embora alguns aspetos tenham deixado algo a desejar.
A viagem de autocarro foi excelente, com boas condições e as duas horas que demoramos a chegar passaram num abrir e fechar de olhos. Quando chegamos ao parque (Gerês Green parque, se alguém quiser saber) montamos as tendas e foi a primeira vez que montei uma tenda na minha existência so that's always fun.
As atividades dos dois dias consistiram em fazer caminhas e tomar banho ou em lagoas escondidas por entre as montanhas ou na praia fluvial. No 1 dia fizemos uma caminha de cerca de 7km para irmos a umas cascatas e no 2º dia fizemos uma outra caminhada, desta vez com 17 km (sim 17, fiquei morta mas valeu todo o esforço) para irmos a umas lagoas escondidas no alto da serra com as águas mais límpidas que alguma vez vi. Ainda fomos passar uma tarde à praia fluvial que ficava a cerca de 10 minutos a pé do parque de campismo. Devo dizer que, apesar das paisagens espetaculares e pitorescas, ir à praia foi o momento alto da viagem simplesmente porque deu para relaxar, conviver e fazer brincadeiras com os amigos.
À noite foi outra história. Já sabíamos de ante-mão que podia acontecer alguma coisa de mal, porque as pessoas trazem sempre, digamos, "party accessories" e há que tem juízo e "usá-los" em moderação. Escusado será dizer que houve aqueles que exageram muito e noutro dia nem se conseguiam quase levantar. Mas em geral foi divertido, jogamos ao verdade e consequência, partilhamos histórias, demos um passeio noturno e deu para o nosso grupo ficar ainda mais unido. A parte divertida foi termos trazido 3 tendas e acabarmos por ficar todos na mesma.
Foi uma boa viagem surpreendeu-me bastante e pela positiva e acho que foi tão memorável pelas pessoas que estiveram comigo e que partilharam esta experiência. A viagem para casa foi muito melancólica porque sabíamos que, assim que chegássemos tínhamos de começar a pensar nos exames e em todo o estudo que temos de fazer. Mesmo assim, obrigada Gerês, vais deixar saudades.





© Uma colher de arroz
Maira Gall